quinta-feira, 16 de janeiro de 2020

20ª Fenearte

Depois de 20 anos de existência do evento, sempre ficando naquela de "vou ou não vou?", decidi enfim riscar a Fenearte da lista. Era um domingo nublado, meio chuvoso, de ruas desertas, em que normalmente prefiro ficar em casa... Mas quando chegamos, a impressão foi de que a cidade inteira tinha marcado um encontro por lá.



A feira é um verdadeiro paraíso pra quem gosta de artesanato dos mais variados tipos, e no meu caso, ver artefatos e algo da gastronomia de diversos lugares do mundo.

Não tive a melhor das experiências, pois mesmo tendo marcado no mapa os pontos em que queria ir, me perdi várias vezes entre aqueles corredores todos, já que não havia uma sequencia específica para percorrê-los, como acontece na Fenahall. Mas sim, consegui ver alguns deles.



Como sempre um dos pontos que queria visitar foi o espaço das cervejas artesanais. Tinha uma área de "loja", e ao lado, o Boteco Apecerva, com vários chopes de cervejarias locais para apreciação.




Foi o último dia de feira, então muitos dos rótulos já haviam acabado...Mas ainda encontrei a Kölsch, da Zeppelin Bier, e gostei; e a American Wit Weiss da Malakoff, o favorito da ocasião.




E foi mais ou menos isso! Esse post foi só pra registrar a ida mesmo. Não comprei nada além das cervejas 😁 rsrs. Estava na contenção.


Até a próxima!

***


Nenhum comentário:

Postar um comentário